quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Fashion Rio 4° Day

Balanço do 4° Dia

Acquastudio, Cláudia Simões, Maria Bonita Extra, Juliana Jabour e TNG








Para fazer sua coleção de festa de peças justas no busto e quadris avantajados, Acquastudio mimetizou as formas dos vasos de René Lalique em jogos experimentais com o desenho do corpo. A ideia, que parece muito boa, ficou comprometida na relação difícil com os movimentos. A referência ao mestre vidreiro e joalheiro da Art Nouveau aparece pela 2ª vez no Fashion Rio, visto que ele foi mencionado também em uma estampa de Graça Ottoni.

Na Cláudia Simões, muitas formas simétricas, como no padrão grego de beleza, e ao gosto do espírito olímpico esportivo, popularizado pela polêmica e talentosa cineasta alemã Leni Riefenstahl por volta de 1930. A pintura expressionista americana, citada como referência, tomou conta das estampas. Pollock e Rothko, pintores icônicos do período, aparecem em abstrações informais e em recortes coloridos, respectivamente. No entanto, a junção do esportivo com alfaiataria poderia ser mais proveitosa.

Experimentando sobre a aura de marca certinha, Maria Bonita Extra abraça a rebeldia beatnik e põe o pé na estrada errante, trilhada pelo escritor americano Jack Kerouac, autor do clássico On the Road. Modelagem entra em sintonia com experimentação, adotando formas transgressoras: misturas de amplo com justo, sensualidade e inocência, fluidez e estrutura. O resultado é visualmente bonito e a roupa da Extra permanece desejável, mas não foi desta vez que a marca ultrapassou a barreira do bom comportamento. Se é que ela precisa mesmo fazer isso.

Berlim militar, urbana e contemporânea, mas cheia de lembranças do passado que a dividiu, serve para calçar as pretensões da estilista Juliana Jabour de trafegar por áreas mais densas que a dos doces vestidos de malha que lhe deram fama. De uma viagem à cidade alemã, ela trouxe a cartela sóbria e a misturou com o conhecido oversized oitentista da marca. O resultado é uma coleção consistente, de tema bem trabalhado e ainda assim adaptada ao gosto da clientela. Finalmente Juliana deixa de lado os abotinados rasteiros e olha para a moda de cima de um salto alto. Literalmente.

Na TNG, entra Maurício Ianês esbanjando competência e sai Regina Guerreiro. Mudou o diretor criativo, só não muda a tradição da escolha de um casal de celebridades para alavancar a marca na mídia. Neste ponto, nenhuma surpresa: os escolhidos foram Thiago Lacerda e Taís Araújo. Entretanto, em todos os outros, existem muitas delas. A marca pegou leve na densidade friorenta que o tema sugere com a cultura esquimó e acertou a mão na estamparia. Trabalhou proporções ampliadas e, caso leve esta coleção às lojas, vamos ver uma guinada significativa na consistência das roupas. Para garotas, shorts amplos, cintura alta, comprimentos curtos, vestidos utilitários ajustados na barra e bolsos funcionais. Para eles, além de calças folgadas, camisaria e coletes bem compridos.



Fonte: Use Fashion



Kiss.


3 comentários:

Azedinha Doce disse...

Olá... Adoro o seu blog... E passei para convidar a visitar o meu:
http://benditoentreasmulheres.blogspot.com/
É um blog com conteúdo adulto mas sem vulgaridade... O blog que nós mulheres pedimos a Deus. É um colírio para os olhos. É a vingança feminina ao fruto de todos os nossos pecados. Lá as boas garotas são más...
Apreciem sem moderação... Beijinhos

Mandy Marques disse...

Bem, pra mim como vc ja sabe a MBE é sempre a melhor, amei os desfiles, e realmente queria poder um dia estar lá pra ver um deles bem de perto!


beijos

Gabrielly disse...

sonho em ver o fashion rio um dia...